CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

fonte: O Globo

A folia pré-carnavalesca começou cedo neste domingo. Às 8h a engenheira Úrsula Ribeiro chegava com sua filha Ana Clara, de 6 meses, para a concentração do “Bloco dos Mini Seres do Mar”, na General Glicério, em Laranjeiras.

– Ano passado vim com ela na barriga e, este ano, trouxe para curtir a bagunça. Aqui é ótimo, bem arborizado, não fica quente para eles, e as músicas são todas infantis. Ela está adorando.

O bloco é destinado a pais e seus pequenos aspirantes a foliões. Todos dançam e cantam ao som de canções com temas “marítimos”. Sem choradeira, só alegria.

Perto dali, outros foliões – dessa vez a maioria de adultos – desfilavam no Bloco “Volta, Alice”, que sobe a Rua Alice. O tema “Volta Alice no país da canalhice”, incentivou manifestações políticas. Não faltaram pessoas com mensagens que pediam a saída do prefeito Marcelo Crivella.

Em Botafogo, o Bloco “Calma, calma, sua piranha” partiu da esquina da Rua real Grandeza com a Rua Visconde Caravelas reunindo moradores da região que, ao som da bateria homenageavam o bairro. Por lá, a crítica política foi ao presidente em exercício, com foliões usando brincos com o lema “Fora Temer”.

Com uma homenagem ao mestre Chacrinha, o “Me esquece” agitou as ruas do Jardim Botânico. A bateria veio com camisetas que trazia uma imagem dele, e muitos tinham adereços que lembravam o Velho Guerreiro.

Outro bloco que saiu pela Zona Sul da cidade foi “Alegria sem ressaca”, que há 15 anos defende a bandeira de um carnavall sem abuso de álcool ou uso de drogas. O desfile atravessou toda a Avenida Atllântica, em Copacabana, e contou a presença da rainha do rádio Ellen de Lima cantando sucessos de antigos carnavais a da Velha Guarda Musical da Vila Isabel.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn