fonte: G1

Domingo de sol e forte calor não desanimou os foliões no Rio de Janeiro. Os blocos deram uma prévia do que será o carnaval e ocuparam as ruas de vários bairros da cidade. Já pela manhã, na Zona Sul, o “Me Esquece” arrastou cinco mil pessoas pelo Jardim Botânico. Em São Conrado, um público animado participou do desfile do “Chame Gente”, na orla da praia.

No Aterro do Flamengo, três escolas de pole dance se uniram para criar o “Pole Bloco”. Eles se apresentaram fantasiados e com direito a muitas acrobacias no gramado do parque.

Também desfilou em Copacabana o “Alegria sem Ressaca”, que faz um trabalho de prevenção contra o abuso de álcool e uso de drogas. Em Laranjeiras, o “Volta, Alice” atraiu 2 mil foliões de todas as idades, que transformaram o bairro em um grande baile. Ainda na Zona Sul, o Calma, Calma sua Piranha desfilou com 7 mil componentes.

De acordo com balanço divulgado pela Riotur, os desfiles ocorreram sem incidentes e com muita criatividade nas fantasias e irreverência do folião.

Na Zona Norte, o bloco Bigodinho Esticado comandou a folia na Rua Dias da Cruz 255, no Méier. E na noite deste domingo, o Império da Tijuca fazia apresentação na esquina da Rua Conde de Bonfim com Rua José Higino.

A orla da Ilha do Governador, também na Zona Norte, o clima do pré-carnaval carioca esquentou: cerca de cinco mil integrantes, segundo estimativa dos organizadores, seguiram o irreverente “Se cair eu como”.

Apreensões de produtos
A Coordenação de Controle Urbano (CCU) e a Guarda Municipal atuaram em conjunto para coibir a presença de ambulantes não autorizados. Entre a noite de sábado (11) e a manhã deste domingo, foram apreendidos 988 itens, como bebidas alcoólicas, bebidas não-alcoólicas, botijões de gás, caixas térmicas, além de carrinhos de mercado e carroças de churrasco.

Não foram registradas apreensões na tarde deste domingo. Só no sábado, foram removidas 9,4 toneladas de resíduos dos principais blocos que desfilaram pela cidade. Só a Zona Sul e Centro do Rio geraram cerca de 6,4 toneladas de lixo. A Operação Carnaval de Rua da Comlurb mobilizou até 1.000 garis por dia, 5.000 contêineres.

Os agentes do Programa Lixo Zero também estiveram nas ruas com 235 equipes trabalhando na conscientização e orientação do público. Estavam à disposição dos foliões 766 banheiros químicos e três contêineres.